Preço das carnes subiu mais que o dobro da inflação desde o início da pandemia

Nesta semana o IBGE atualizou o índice de inflação oficial do país, que ficou em 1,06% em abril e ultrapassou 12% nos últimos 12 meses.

Considerando o período desde o começo da pandemia, em março de 2020, o custo de vida no pais já aumentou 19,4%.

Esse é o índice oficial, calculado com base na variação de preços de centenas de produtos.

A análise individual dos itens revela que, alguns deles, tiveram altas muito superiores à inflação oficial em pouco mais de 2 anos desde que a crise sanitária começou.

Um dos exemplos é carne.

Cálculos feitos pelo Ipea, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, revelam o preço médio das carnes aumentou 42,6% do começo da pandemia até o último mês de abril – mais que o dobro da inflação no período.

Outros alimentos com altas são a cenoura e o tomate. Em 12 meses até abril, a cenoura acumulou inflação de praticamente 200% e o preço do tomate está em torno de 120% mais caro.

De modo geral, as análises nos dados do IBGE mostram que fazer as compras do supermercado ficou em torno de 30% mais caro nos últimos dois anos.

Rádio 2

Links

Radio Nordeste Evangélica 2015 - Todos os direitos reservados