Novo Bolsa Família exige atualização do CadÚnico

O Auxílio Brasil, novo programa de distribuição de renda que vai substituir o Bolsa Família, vai exigir a atualização dos dados dos beneficiários no cadastro único do governo federal, o CadÚnico.

A previsão do governo é que o Auxílio Brasil comece a funcionar a partir de novembro deste ano. Serão atendidas 16 milhões de famílias. Hoje, o Bolsa Família atende aproximadamente 14 milhões de casas. De acordo com o Ministério da Cidadania, a migração dos beneficiários do Bolsa Família para o novo programa será automática.

Apenas quem vai começar a receber o auxílio a partir de novembro deve atualizar o CadÚnico. Para participar do programa, a família deve ter renda mensal de meio salário-mínimo por pessoa, 550 reais, e renda mensal total de até três salários-mínimos três mil e 300 reais.

Para atualizar o CadÚnico, o governo disponibilizou um aplicativo de celular gratuito. Outra opção é ir pessoalmente ao Centro de Referência em Assistência Social, o CRAS, e realizar a atualização.

BR News

Links

Radio Nordeste Evangélica 2015 - Todos os direitos reservados